sexta-feira, 29 de dezembro de 2017

Gratinado de camarão e ameijoas





Planos e objectivos para o ano novo? Por aqui, alguns, sim. E um deles é passar no blogue mais vezes!

Ora vamos a este gratinado. Há que dar uso ao miolo de ameijoas em boa quantidade no congelador e, vai daí, faz-se assim:

Refoga-se em azeite uma chalota e dentes de alho picados, junta-se cenoura em pedacinhos e uma folha de couve cortada. Tudo refogadinho, salta lá para dentro miolo de camarão e ameijoa, devidamente descongelado e bem escorrido. Sal, pimenta e tempo para apurar um bocadinho.
  

Enquanto isso e ligando já o forno, prepara-se um bechamel com margarina, farinha maisena e leite, temperando com sal e pimenta. Tudo a postos, envolve-se o bechamel no preparado anterior e dispõe-se numa assadeira, por cima de uma camadinha de tostas. Queijo ralado por cima e forno até ficar douradinho!

   

domingo, 24 de dezembro de 2017

Trufas de chocolate e whisky




Muito raaaapidamente: fervam 2 dl de natas e enfiem lá dentro 1 tablete de chocolate de leite e outra de chocolate negro. Mexam bem com uma colher de metal e, estando tudo derretido, juntem uma pitada de sal e um golinho de whisky, mão leve no whisky, hã? Agora passam tudo para um prato fundo e deixam gelar bem no frigorífico durante 3 ou 4 horas. 



Já está. Falta moldar as trufas, retirando porções com uma colher e formando bolinhas com as mãos. Para finalizar, cada trufa é passada por canela ou coco ralado ou outra coisa qualquer, e está feita.

(Receita inspirada na da Rita Nascimento, autora de "Uma pastelaria em casa".)

E agora passem lá um Feliz Natal!

   

sábado, 9 de dezembro de 2017

Bolo de maçã e limão




Bolo já quase inexistente que fiz ontem perto da meia-noite (condição para ficar mesmo bom!).

É preciso gastar maçãs, já a ficar feias ali na fruteira, e há muitos limões. Tritura-se um, polpa, casca, tudo, no liquidificador, com meia chávena de óleo, e começa-se a tratar da massa, batendo 6 ovos com 2 chávenas de açúcar, juntando 2 chávenas de farinha e, por fim, o limão. Tudo para a forma e, por cima, 1 ou 2 maçãs cortadas em pedaços. Avança-se para o forno e, 30-40 minutos depois, está pronto a traçar!    

sábado, 25 de novembro de 2017

Feijoada de polvo



Num instante se prepara esta feijoada:

- trata-se já, mediatamente, de colocar o polvo a cozer, como sabem numa panela com água inicialmente fria, durante uns 40 minutos, avaliando com um garfo se está tenro.

- Entretanto, passa-se ao refogado de alho, cebola e azeite, juntando uma óptima polpa de tomate e uma concha da água a ferver de cozer o polvo. Acerta-se lá para dentro com um frasco de feijão cozido, e acrescenta-se, se forem carnívoros, umas rodelas de chouriço, cenoura aos pedaços, sal e pimenta.

- Passemos ao arroz, estalando alho em azeite e cozendo um belo basmati, garantidamente soltinho, como assegura a minha amiga Carla.

- Prova-se o feijão, miammm, junta-se o polvo cortado em pedaços, envolve-se tudo e está pronto!       
  

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Tamboril no forno com arroz de ameijoas




O título soa-me bem e, de facto, estava bom.

O tamboril, regado com sumo de limão, foi ao forno sobre uma camada de cebolas pequenas às rodelas, temperado com alho, sal e pimenta, e boa dose de azeite. 30 minutos com ele em forno bem quente.

Para o arroz, tinha reservado, como aqui, algumas ameijoas preparadas à Bulhão Pato (umas brancas, excelentes, compradas no LIDL). Descasquei-as e foi só junta-las a um refogado de azeite com dois dentes de alho, seguindo-se água suficiente para ficar um pouco caldoso e bom arroz carolino. Sal, pimenta, coentros e 20 minutos. Está tudo pronto.