terça-feira, 3 de maio de 2016

Cheesecake de abóbora com nozes






É a minha terceira tentativa com cheesecakes e, para já, a melhor sucedida! Vamos a isto:

Coloca-se já de molho 5 folhas de gelatina num copinho de água fria. A seguir, trata-se de moer 2 pacotes de bolacha maria (com um bocadinho de nozes) para misturar com boa porção de margarina, de modo a formar uma base no fundo de uma forma com aro amovível, comprimindo bem. Avançamos para a batedeira com 2 pacotes de natas, que tivemos o cuidado de manter no frigorífico, juntando 1/2 chávena de açúcar e uma pitada de sal, até ficarem firmes. Segue-se o queijo fresco batido, 500 gramas, que é bem mexido com uma colher antes de ser envolvido nas natas. O que falta? A gelatina, que será escorrida e derretida por uns 10 segundos no microondas, para juntar também às natas. É isto. Passa-se esta mistura para cima da base de bolacha e coloca-se no frigorífico durante umas boas horas (por exemplo, durante a noite), até estar bem firme.
Está firme. Colocamos por cima um frasco de doce de abóbora, enfeitamos com nozes, retiramos o aro e não esperamos mais: 

quinta-feira, 28 de abril de 2016

Tosta de cogumelos





Bem sei, a da foto tem um intruso, o presunto, mas não fui eu que a comi…

Feita num fim-de-semana, em que apetece folgar, e inspirada nesta receita do Henrique Sá Pessoa.



A única coisa que se cozinha são os cogumelos, fatiados e salteados em azeite, acrescentando alho e salsa picada.

Escolhe-se o pão conforme o apetite, grande ou pequeno, barra-se o interior com manteiga, aplica-se numa fatia os cogumelos e o queijo por cima (acrescenta-se presunto ou algo mais para quem quiser), fecha-se a tosta com a outra fatia de pão e leva-se a tostar numa sanduicheira.


Para um gostinho especial, experimenta-se este molho de alho frito, muito apetitoso!  

domingo, 24 de abril de 2016

Esparguete agridoce com camarões e cogumelos





Esparguete integral - ando a tentar converter-me ao integral!

Em azeite quente com alho picado, salteamos os camarões e, a seguir, os cogumelos fatiados, temperando com pimenta de Caiena ou outra que nos apeteça. Mais um bocadinho de alho e azeite, e segue-se a esparguete cozida e escorrida. É tudo. 

Servimos polvilhado com salsa picada e um fio de molho agridoce - este é muito bom, recomendo!  


domingo, 17 de abril de 2016

quinta-feira, 14 de abril de 2016

Pescada gratinada com castanhas e grelos





 
Apesar de ter muitos livros e revistas de culinária, é raríssimo seguir uma receita, a menos que seja minúscula como as minhas. Tenho preguiça e mais que fazer. Mas gosto de olhar para os bonecos e ler os títulos, o que basta para me inspirar quando não sei que faça e quero cozinhar alguma coisa diferente. E foi o que aconteceu ao olhar para esta imagem e título. Olhem que rica coisa:

Pois é. 

Não usei tamboril, mas pescada, nem cogumelos chantarella e espinafres, mas castanhas e grelos, e ficou que foi um mimo!

Resumindo: coze-se rapidamente castanhas congeladas e pescada temperada com sal, pimenta e sumo de limão. Enquanto isso, salteia-se cebola e alho picado em azeite, para envolver os grelos já cozidos. Isto passa já para o fundo de uma assadeira. Avancemos para um bechamel, preparado, como sabem, com umas boas colheres de margarina, deixando derreter e aplicando igual quantidade de farinha, mexendo bem e adicionando 1 pacote de natas, mais algum leite, sal, pimenta, alho em pó e noz-moscada. Está espesso, está prontinho.

Voltemos à assadeira, para colocar as castanhas e a pescada desfiada por cima, regar com um fio de azeite e cobrir com o bechamel. Falta uma camadinha de queijo ralado e al horno a 200 ºC até ficar bem douradinho!