quinta-feira, 18 de Setembro de 2014

Arroz de pescada e pimento vermelho






O meu pimenteiro da varanda ainda rende pequenos, mas bons pimentos para colorir um pálido arroz de pescada.


Vamos a ele: como de costume, refogamos alho e uma cebola pequena em azeite, e juntamos polpa de tomate tipo caseiro (a ver se fotografei uma óptima que descobri recentemente… não, esqueci-me, mas avanço já que é da marca Helios), para dar cor e sabor. Segue evidentemente o pimento cortado em pedaços e uma mão cheia de ervilhas. Água a ferver em quantidade para o arroz ficar caldoso, umas 4-5 chávenas para 1 de arroz, e logo mergulha este e a pescada, e ainda meia dúzia de camarões descascados. Temperos: sal, pimenta branca, um niquinho de piripíri, coentros em pó, e é deixar cozer durante uns 15-20 minutos. No final, já fora do lume, um pouco de sumo de limão.   

sexta-feira, 5 de Setembro de 2014

Mousse de queijo fresco, iogurte e leite condensado





Ora bem, vamos fazer isto rápido, batendo 1 queijo fresco com 1 lata de leite condensado cozido, 3 iogurtes gregos e já não me lembro se levava mais alguma coisa, mas acho que é tudo… Sim, é tudo. Ah, não: falta 1 saqueta de gelatina em pó, misturada num copinho com pouca água. Agora é que já está. Falta colocar em tacinhas, enfeitar com framboesas se andarem por aí e deixar gelar até à hora do jantar.  


 

 

quinta-feira, 28 de Agosto de 2014

Biscoitos de manteiga e banana





Eu sei, ainda esta semana receitei uns biscoitos. Perdoem-me, mas estou obcecada. Deito-me e levanto-me a pensar em frascos a rebentar de biscoitos, dentro de armários com prateleiras derreadas sob o peso deles. Não sei que faça! Sei: biscoitos.

Estes biscoitos deram luta! Primeiro amassei apenas 3 chávenas de farinha com 1 de açúcar, 4 colheradas de manteiga, 1 pacotinho de chocolate em pó e 2 bananas ultra-maduras, mas a massa ficou demasiado maleável, de modo que tive de juntar outra chávena de farinha. Moldadinhos com as mãos, cozeram em forno a 180 ºC durante 12 minutos. Estão para ali em frascos, hei-de mostrar-vos... 

quarta-feira, 27 de Agosto de 2014

Salmão grelhado com batatas hasselback e feijão-verde





Andava há que tempos para experimentar as batatas hasselcoiso. Vi-as e revi-as pela blogosfera, em livros e revistas, mas pensei sempre que não eram para mim, que davam trabalho, que iam ficar malinho. Mas não, são fáceis e ficaram boas!

Ora vejam: lava-se impecavelmente meia dúzia de batatas com casca e golpeia-se em fatias fininhas, com cuidado para não cortar até ao fim, mantendo as batatas unidas. Envolve-se as batatas em azeite, sal, pimenta de Caiena, alho em pó e pimentão-doce. Vão ao forno ou à Actifry, durante uns 30 minutos. São viradas a meio do tempo e recebem mais um fiozinho de azeite e umas lascas de manteiga.
  
Ó elas aqui, simpatiquíssimas:


O salmão: simplesmente grelhado, depois de temperado com sal, pimenta, alho e sumo de limão. O feijão-verde: ainda mais simples, é cozido e temperado com azeite.

As batatas hasselback são suecas, por isso: smaklig måltid!   

terça-feira, 26 de Agosto de 2014

Biscoitos amendoados





Deite-se para a batedeira 1 ovo, 1 chávena de margarina amolecida, 3 chávenas de farinha, outra de açúcar e meia chávena de amêndoa moída. Mais 1 colher de sopa de leite, que a massa está muito espessa. Retire-se da taça para uma bancada enfarinhada e molde-se relaxadamente bolinhas entre os dedos, enfiando-se uma lasquinha de amêndoa a meio, para encher dois tabuleiros que vão ao forno a 180 ºC em 15 minutos. 

 

Estão prontos, senhores, estão prontos!