segunda-feira, 28 de dezembro de 2009

Bolo de cenoura com calda de chocolate


De volta ao conforto do blog e da blogosfera… Pode ser virtual, mas a verdade é que sinto algum conforto ao ler alguns e ao saber que alguns me lêem (enfim, até um coração duro como o meu fica lamechas nesta época…).

O bolo de aniversário do meu marido foi de cenoura com cobertura de chocolate. A receita não é minha. Chama-se "Bolo de cenoura da minha mãe Lídia". Vi-a há algum tempo num site, no geocities, mas ainda bem que imprimi, porque já retiraram a página da web. É rápida, prática e resulta num bolo delicioso, e até saudável. Só vantagens ;)
Alterei-a ligeiramente, e leva 3 ovos, 4 cenouras, 1/2 chávena de óleo e 1 pitada de sal, batidos no liquidificador. Esta mistura é adicionada a 2 chávenas de farinha e outras 2 de açúcar, 1 colher de chá de fermento e outra de canela. Coze a 170 ºC durante uns 45 minutos.
Entretanto, fiz uma calda com 1 pacote de natas de soja, açúcar e cacau, para dar um ar de graça, e polvilhei com confettis de chocolate.

Prestes a criar um novo blog, só me falta a fotografia. Não sou bipolar, mas há coisas que sou que não cabem aqui, nem ficam bem com comida.

segunda-feira, 21 de dezembro de 2009

Pudim de laranja e cenoura


Este pudim foi a sobremesa do jantar de sábado. Fi-lo com leite condensado de soja – descoberto em Espanha, muito bom –, 3 cenouras cruas, 4 ovos, sumo de 1 laranja e 1 colher de sopa de Maisena. 



Tudo triturado no liquidificador, cozeu em banho-maria durante 1 hora, e é um pudim a repetir, delicioso!

Aqui a ser degustado por um gentil convidado!

domingo, 20 de dezembro de 2009

Pão de 3 farinhas


Ah, a Panificadora sempre faz pão! Baseando-me na receita do blog http://ostemperosdaargas.blogspot.com/, aqui misturei 6 copos e meio de 3 farinhas - de trigo, soja e integral -, com 1 colher de sopa de sal e 3 copos de água morna com 2 colheres de sopa de fermento (deveria ter sido apenas 1 e 1/2, mas estava a cismar e enganei-me...).
Levedou numa taça coberta por um pano durante cerca de 1 hora. Depois, moldei os pães, deixei levedar já no tabuleiro durante mais uns 30 minutos e cozi a 200 ºC por 35 minutos. Muito fofinhos ficaram ;)

sábado, 19 de dezembro de 2009

Selo Blog Coração de Ouro


Lindo e muito querido, que recebi da Scaf, do http://scafsky.blogspot.com, uma amiga que está a passar por uma fase de grande luta.

As regras do prémio são estas:
1- Colocar o prémio no blog.
2- Nomear 10 blogs que demonstram Amizade e/ou Gratidão.

E passo o selo
à própria Scaf (http://scafsky.blogspot.com/), porque sei que, apesar das dificuldades, gosta de ajudar os outros;
à Luisa (http://trioderachar2.blogspot.com/), que é uma amiga do coração muuuiiito especial;
à Cláudia (http://buyandhelp.blogspot.com/), outra amiga muuuiiito especial;
à Ana (http://ardegato.blogspot.com/), outra amiga linda;
à Abelha Maia (http://acolmeiadaabelha.blogspot.com/), porque já conheço um pouco o coração dela;
à Sónia (http://cozinhadasalexandra.blogspot.com/), a minha "madrinha" da blogosfera ;);
à Poison (http://poisonnicky.blogspot.com/), cujo coração também já conheço um pouco;
e à Mary (http://saboresdearomas.blogspot.com/), com um episódio de Natal que eu nunca mais esqueci.

quarta-feira, 16 de dezembro de 2009

Bolo de iogurte e muesli com frutos tropicais


Bom, parece que hoje não janto tão cedo. Homem ainda não chegado... Que desagradável, serei forçada a ir ao frasco da Nutela outra vez...
Se bem que ainda tenho uma grossa fatia de bolo de muesli com iogurte, feito com 2 chávenas de açúcar, 3 ovos, 2 iogurtes de tutti-fruti, 2 chávenas mal cheias de farinha de trigo com fermento e 1 chávena de muesli de frutos tropicais.

Nada fotogénico, mas muito gostoso ;)
Vou aproveitar para trabalhar mais um pouco...

segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

Bifes de atum com molho de cogumelos


Ficou muito apetitoso o almoço de ontem. Tendo ido ao supermercado (de onde trouxe um frasco de Nutela, com a qual, vergonhosamente, já comi 3 pães hoje e pondero agora comer o 4º...), comprei uma base para molho de cogumelos.

Que prático: temperados os bifes com limão, alho, sal e pimenta, alourei-os em margarina quente e, depois, cobri-os com esse molho, feito com o conteúdo da saqueta, leite e mais margarina. Acrescentei, ainda, uns cogumelos pretos desidratados que tinha descortinado em Espanha, e servi com arroz de feijões de soja.

Não posso comprar Nutela….

domingo, 13 de dezembro de 2009

Tarte patanisca de bacalhau e camarão


Uma tarte que fiz para um jantar tardio da semana passada, para aproveitar umas sobras de arroz de bacalhau.
Se bem me lembro, bati 2 ou 3 ovos com uma boa mão cheia de queijo mozzarela ralado, juntei as tirinhas de bacalhau sobejantes, 1 chávena de leite, outra de farinha de trigo integral, um pouco de camarão descascado, 1 latinha de pimento vermelho assado e creio que foi tudo. Sobre uma forma forrada com uma base de massa quebrada, deitei este composto, decorei com umas azeitonas pretas e pimba para o forno, onde cozeu lentamente.

E agora, como ou não como?

quinta-feira, 10 de dezembro de 2009

Filetes de peixe-espada recheados com patê de atum


Olá, minhas ricas meninas!
Enquanto o jantar de hoje coze, cá vai uma espreitadela ao de ontem.
Tinha filetes de peixe-espada frescos e, como eram compridos, decidi recheá-los com um patê de atum mais simples do que o que faço como entrada: apenas atum desfiado, temperado com alho picado, um pouco de maionese, mostarda com grãos, pimenta branca e ketchup. É só colocar em montinho no filete, compactar e enrolar, enrolar...
Foi ao forno juntamente com batatinhas com casca, tudo envolvido em azeite, sal, pimenta branca, alho picado e mais mostarda com grãos.

Aqui está com um aspecto um pouco dirty, mas é para se ver o recheio ;)
Bjs,
M.

Dia Mundial dos Direitos Humanos

"Todos os seres humanos nascem livres e iguais em dignidade e em direitos. Dotados de razão e de consciência, devem agir uns para com os outros em espírito de fraternidade."

Artigo 1º da Declaração Universal dos Direitos Humanos

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Bolo de leite de coco


Buon giorno!
Este bolo foi a sobremesa do jantar de sábado. Já o tinha feito uma vez, mas as fotografias ficaram feiotas. Bem sei que o feio também tem direito à vida, mas eu gosto que venham ao blog ;)
Entretanto, um dos convidados do jantar descobriu uma função Gourmet(!!!) na máquina fotográfica e as imagens já saem muito melhor! Agora é que ninguém me pára! Aliás, o gato já foi fotografado com essa definição, por isso é que está tão apetitoso…

Só sobrou um mon chéri...


O bolo: 2 ovos batidos com 2 chávenas de açúcar, mais 1 lata de leite de coco, 1 chávena de farinha e uma pitada de fermento (as minhas receitas são mesmo simplex!). Já na forma, polvilhei com amêndoas laminadas. Cozi no forno lentamente, a 170º, durante uns 45 minutos, para não queimar a amêndoa e também porque este bolo é mais delicado, por ter menos farinha.


O vinho, trazido pelos agradabilíssimos convivas.

E viva o ritmo da semana! Pelo menos não se pensa tanto…

domingo, 6 de dezembro de 2009

domingo, 29 de novembro de 2009

Sopa de peixe


Quem quer papar uma sopinha de peixe?
Ficou tão boa! Preparei-a com batatas, cebola e alho, ligeiramente refogados em azeite, cenoura, alho francês, 1 frasco médio de lentilhas cozidas e 3 filetes de pescada, um cozido juntamente com os outros ingredientes e os outros dois a vapor, num coador grande apoiado na panela (truque aprendido com a minha sogra), para desfiar depois de passada a sopa. Temperei com sal, coentros moídos e uma boa porção de pimenta branca. Uma delícia!

Alimentemos esta ideia


Filharecas lindas, se ainda não o fizeram, por favor contribuam com alguma coisa para o Banco Alimentar contra a Fome. A campanha de Natal acaba hoje, creio eu.
Na terça-feira, vi umas das coisas mais tristes do vasto repertório dos últimos tempos: uma sem-abrigo grávida! Mas até pode ser a saída dela, nunca se sabe…
Beijinhos,
M.
P.S. Este cartaz é antigo, mas infelizmente actual. Há (e haverá) cada vez mais mãos estendidas como esta, velhas e novas :(

sábado, 28 de novembro de 2009

Quiche de atum, salmão fumado e alcaparras


Buon giorno! Numa das manhãs mais chatas e unpleasant da semana…
Os últimos dias foram do pior, até emagreci. Deixa aproveitar e vestir alguma coisa justa hoje ;)
Com pouco tempo, houve jantares despachados com uma quiche, prática, do melhor, de fazer, virar costas e só voltar à cozinha quando começa a cheirar a queimado!
Esta levou 4 ovos, quase meio pacote de queijo mozzarela ralado, 2 latas de atum desfiado, meia latinha de milho, 1 pacote de natas (ena, tanta coisa!), meia embalagem de salmão fumado e alcaparras por cima. Vai ao forno sobre uma base de massa quebrada e é como vos digo: quando começar a cheirar...


Está um bocado "cocozada" por cima, mas são as alcaparras ;)

“À conclusão”, como diria a minha cunhada, só a mim ninguém me dá uma caixa de robalos. Buáááá´…

segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Bolo de requeijão



Para quebrar um pouco a rotina, pelo menos no que como, ando sempre a catar ingredientes diferentes. Não gosto de requeijão, nem sequer de queijo, só depois de cozinhados. E, realmente, em bolo, ficou muito bom. Na batedeira, juntei 2 embalagens de requeijão (170 g cada) com 4 ovos, 1 chávena de açúcar, sumo de meio limão, 1 chávena de farinha e 1 colher de chá de fermento. Já muito bem batido, passei para uma forma forrada com papel vegetal, untado dos dois lados, porque receei que o bolo ficasse com uma consistência muito cremosa. Como deixei cozer bem, cerca de 1 hora, a 175 ºC, ficou mesmo "bolo", mas muito macio e ligeiramente "queijada".

Já estou a pensar neste bolo para o lanche de Ano Novo!

domingo, 22 de novembro de 2009

Pescada no forno com crosta de broa


Que chatice, as fotografias ficaram mal. Mas a pescada ficou tão boa que tenho mesmo de a postar.
Andei ontem a dar uma volta pelos blogs amigos e inspirei-me na receita de bacalhau dourado da Lili, do http://docetentacaodalili.blogspot.com/, que também leva crosta de broa.
E assim fiz: temperei lombos de pescada com sal, pimenta branca, alho em pó e limão, e fritei-os quase nada numa frigideira apenas untada com óleo. Forrei uma assadeira com batata frita DE PACOTE (que vergonha, que vergonha!), dispus a pescada por cima e reguei-a com um refogado de cebola às rodelas, azeite, alho, louro e mais pimenta branca. Cobri com broa caseira ralada com salsa e 2 dentes de alho, uns fiozinhos de azeite por cima, umas azeitonas pretas só para coiso, e forno quente!

sábado, 21 de novembro de 2009

Creme de natas de côco com caviar de chocolate


A cada incursão pela Makro, nova descoberta. Desta feita, foi uma lata de natas de coco.

Sem grande imaginação ultimamente, converti-a num creme, feito com 1 lata de leite condensado, outra de leite meio gordo, 2 colheres de sopa de farinha Maisena, as natas de coco escorridas (apresentam-se em cubinhos) e nada mais. Depois de engrossado o creme, deitei-o numa taça sobre as amigas bolachas Maria e assim fui alternando, até culminar com coco ralado, cacau em pó e, ao centro, o caviar: bolinhas de chocolate.

E agora, ao trabalho, ao trabaaaalhooooo!

quarta-feira, 4 de novembro de 2009

Pleurotus panados com arroz de legumes



Isto de levantar muito cedo é como aprender, compensa! Até já consigo fazer uma pausa!

Neste fim-de-semana, a sedativa incursão pelo supermercado calhou no domingo de manhã. Mas até foi bom para comprar "alimentos frescos" que resultaram nestes cogumelos pleurotus panados (ideia do meu marido), que passei por ovo batido, temperado com sal, pimenta e mostarda com grãos, e farinha, e fritei em óleo bem quente. Fez-lhes companhia um arroz de legumes, com couve portuguesa (bem lavada, porque pode conter gripe, vaca louca, salmonela, etc., etc.), ervilhas, rebentos de bambu, mais alguns cogumelos e tomates cherry.

Continuação de uma boa semana e juizinho!

domingo, 1 de novembro de 2009

Bolo de manga e farinha custard




Ontem estava mesmo a precisar de um miminho… E afaguei-me o pêlo com um dulcíssimo bolo de manga. Escusado seria dizer que é muito simples, mas eu digo na mesma: misturei meia dúzia de ovos com 1 chávena de açúcar, juntei 1 chávena de farinha custard, ah, pois, outra chávena de farinha de trigo, 1 colher de chá de fermento e 1 chávena de polpa de manga. Cozeu a 175 ºC durante uns 40 minutos e ficou com a parte de cima ligeiramente cremosa. E eu fiquei com uma lata de polpa de manga no frigorífico para acabar de gastar esta semana!

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Lasanha de solha e salmão fumado


A postar rapidamente, antes de iniciar outro trabalho…

Assez simple: intercalei folhas de lasanha com filetes de solha (temperados com sal, pimenta, alho em pó e sumo de limão) e fatias de salmão fumado, cobrindo tudo com molho bechamel, feito com farinha, margarina, natas e queijo ralado, e aromatizado com noz moscada. Foi ao forno bem quente a gratinar et voilà!

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Creme Custard com bolacha maria




Estou atrasada com o trabalho (um dos computadores "ardeu" esta semana, entre outras chatices), mas precisava de uma sobremesa e de postar (e a seguir vou fazer o jantar, que é para rimar).

Finalmente, encontrei a farinha Custard que tenho visto em vários blogues. Fiz o creminho, mais ou menos de acordo com as instruções da embalagem, com leite, açúcar, casca de limão e pau de canela (ai, esqueci-me de deitar a margarina!). Para personalizar a coisa, decidi alternar o creme com bolacha maria, mesmo a seco, já que o creme foi quente para a taça. Polvilhei com canela e já o temos a gelar no frigorífico. Agora vou fazer o jantar!

sábado, 24 de outubro de 2009

Pudim de castanhas em vinho do Porto



Bom dia! Isto tem sido demais ou, melhor, "por demais". Fiz este pudim há uma semana, já mal me recordo como, mas só agora estou a roubar tempo a um trabalho, porque não aguento ficar mais dias sem postar!

Na chata, mas habitual, ida às compras de sábado passado, dei de caras com um frasquinho de castanhas em calda de vinho do Porto, enfim, uma coisa irresistível. E, como estou numa onda de castanhas (já as tenho mesmo preparadas para assar no fim-de-semana), pensei logo em fazer um pudim com elas.

E, baseando-me ligeiramente na receita do quindim que está mais para trás neste blogue, misturei na liquidificadora 5 ovos com 1 copo de leite de soja, 1 belíssimo frasco de castanhas com calda de vinho do Porto, 1 colher de sopa de margarina, outra de maisena e mais nada (acho que me estou a esquecer de alguma coisa, mas o quê???).Cozeu tudo lindamente em banho-maria durante 45 minutos, em forma untada com caramelo líquido, e ficou delicioso!

segunda-feira, 19 de outubro de 2009

Empadão de bacalhau com castanhas


E, a seguir à sopa de alheira, foi para a mesa um empadão de bacalhau com castanhas. Muito simples: puré de batata feito com margarina e leite de soja, e temperado com sal, pimenta preta e noz-moscada, ao qual juntei uma boa porção de castanhas. A base do recheio foi um refogado de azeite, cebola e dentes de alho, bacalhau demolhado e desfiado, um pouquinho de vinho branco, mais um pouco de alho em pó, coentros moídos, um nico de sal e pimenta preta. Depois de cozer algum tempo, escorri e deitei numa assadeira, por cima de uma camada de puré. Cobri com ovos cozidos às rodelas, tapei com mais puré, rematei com mais 2 ovos batidos, abotoei com azeitonas pretas e terminei com maionese. Forno bem quente durante uns 30 minutos e mesa!

domingo, 18 de outubro de 2009

Sopa de alheira de bacalhau



Olá, minhas jovenzinhas! Esta semana foi de cão, au, au, au, mas cá estou eu de volta, desta feita para apresentar o meu jantar de alterne de ontem (costumamos alternar os jantares de sábado com um casal amigo, de modo que é esta a designação que se aplica!). 

Começo, então, pela entrada, uma sopa de alheira de bacalhau. Um colega do meu marido comeu esta sopa no Hotel Infante Sagres, um dos melhores e mais bonitos do Porto, e eu decidi apresentá-la ontem, mas com alheira de bacalhau, já que não como carne. O sabor, de resto, é igual, até porque se deve mais ao tempero e ao fumeiro do que ao próprio recheio. Assim, refoguei muito ligeiramente 1 cebola grande e 2 dentes de alho em azeite, e juntei 1 cenoura, não me lembro quantas batatas, 3 colheres de feijão preto e, já no final da cozedura, 1/2 alheira sem pele (e água, claro). Triturei e depois adicionei mais 2 alheiras sem pele e cortadas aos bocados. Temperei com sal, pimenta preta e cominhos, e deixei apurar em lume muito brando durante uns 40 minutos. Experimentem, ficou muito boa!

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Polvo engrinaldado no forno com puré de batata e castanhas




Uma receita a correrrrrrrrr!
Polvo cozido em água com um fio de azeite e uma cebola. Retira-se da panela, corta-se em tentáculos, e passa-se para uma travessa com azeite e alho picado. Para acompanhar, pensava eu que seria um puré de batata simples, MAS SÓ HAVIA UM POUCO DE PURÉ CONGELADO, de modo que acrescentei batata aos cubos e castanhas, também congelados, que envolvi em leite e margarina, temperando com sal e noz-moscada.

A seguir, tudo ao forno com o puré no meio, coberto com um ovo batido e adornado com azeitonas pretas.

Miam, miam, chomp, chomp!

sábado, 3 de outubro de 2009

Bifes de tofu com aguardente na caçarola


Esta semana foi impossível e mesmo no fim-de-semana vou ter de dar ao dedo, porque tenho trabalho acumulado.

Mas vamos ao que interessa. Encontrei tofu no Continente e preparei-o para recordar uma receita que fazia regularmente quando ainda comia carne, há uns 5 anos. Eram uns bifes na caçarola, que eu fazia num tacho de barro.


Bom, a receita é mais ou menos a mesma, cuja ideia tirei do site www.gastronomias.com. Aloura-se em óleo e azeite alho e cebola às rodelas, e frita-se os bifes, neste caso de tofu, nessa gordura. A seguir, vai dentro polpa de tomate, sal, pimenta preta e uma folha de louro, deixa-se ferver um pouco e refresca-se com cerca de 1 dl de aguardente. Enquanto apura, é altura de fritar batatas aos palitos para acompanhar. Cerca de 30 minutos depois, está pronto!

sábado, 26 de setembro de 2009

Menta e loureiro



Maravilha, um sábado com algum tempo livre! Fui ao horto e comprei um loureiro e uma menta.
Bem, lá vou eu para a varanda, reenvasar uma planta ;)

Bolo de ananás e iogurte grego

Um bolinho para acabar com o ananás que tinha no frigorífico.

Assim, triturei 4 rodelas de ananás com 1 iogurte grego no liquidificador. Na batedeira, misturei 5 gemas de ovo com 1 caneca de açúcar e, depois, com 1 caneca de farinha e 1 colher de chá de fermento. A seguir, adicionei o ananás batido com o iogurte e, por fim, envolvi 5 claras batidas em castelo. Cozeu a 200 ºC em 30 minutos.



Aqui, na companhia de mais iogurte. Bom sábado!