domingo, 3 de janeiro de 2010

Sopa de farrapo velho


A passagem do ano e o dia de ano novo é quase sempre cá em casa.
Este ano, para além do bacalhau cozido para os mais tradicionais (os homens mais velhos), fiz um "à casa”, fritando lombos de bacalhau, passados por ovo batido e farinha, e dispondo-os em travessas (éramos 12 comensais), acompanhados por puré de batata, com cebolada por cima e maionese para gratinar no forno.

Como sempre, sobrou bacalhau, couves, batatas… Geralmente, fazemos com isso uma coisa que detesto – farrapo velho, blherghhh!!! – mas que o resto do pessoal adora. Contudo, este ano, notou-se mesmo como estamos a ficar velhotes, especialmente alguns, que quiseram ir descansar mais cedo para casa. E o lanche também tinha sido bem reforçado, de modo que não houve farrapo velho para ninguém. Mas, e as sobras? Eureka: é fazer uma sopa de farrapo velho!
Batata, couve e grelos, tudo já cozido, sobre um refogado de azeite, cebola e alho, mais umas cenouras. Água a ferver em cima, cozeu uns 15 minutos, e foi só passar com a varinha e guarnecer com lascas de bacalhau ;)

2 comentários:

  1. Que maravilhas mas ja vou tarde para me fazer de convidada hehehehehe
    miga tenho saudades ai ai
    aparece
    beijocas doces como tu :)

    ResponderEliminar
  2. Cara M, este blog é uma delícia !

    ResponderEliminar